12/01/2018 - CQCS -     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

A presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, defende mudanças na política de reajustes dos planos de saúde individuais. Segundo ela, o “controle de preços” não é a solução para os problemas enfrentados pelo setor. “O reajuste definido pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) não cobre os custos, que são crescentes”, alerta.

Solange Beatriz adverte ainda que o resultado efetivo da política de reajuste adotada nos últimos anos foi a diminuição da oferta de planos individuais no mercado. Lembra também que, historicamente, já foi verificado que, no caso da saúde suplementar, essa prática não está ajudando a reduzir a variação dos custos médico-hospitalares, que poderia permitir “a ampliação do acesso da população ao serviço”.

A presidente da FenaSaúde observa que uma nova política de reajuste dos planos de saúde precisa ser equilibrada para todos, sejam as pessoas ou empresas contratantes do serviço, prestadores de serviço e operadoras. “É preciso que o preço caiba no orçamento das empresas empregadoras e dos consumidores, ou seja, isso requer custos menores e não uma política de autorização de reajuste irreal, que limita a oferta de planos no mercado” propõe a executiva, acrescentando ainda que o preço tornou-se “uma barreira de acesso para os consumidores, e não por culpa das operadoras”.

EVENTO. No dia 26 de janeiro a FenaSaúde vai promover, no Rio de Janeiro, o segundo “Workshop de Análise do Impacto Regulatório”. O evento reunirá representantes do setor, da ANS e da área acadêmica.

O evento será transmitido ao vivo (veja mais informações neste endereço eletrônico: https://eventos.cnseg.org.br/eventos/evento/2-workshop-analise-de-impacto-regulatorio-o-controle-de-reajustes/

O workshop tem como objetivo apontar novos caminhos diante do cenário de inflação geral baixa e de custos assistenciais elevados e crescentes. Dentre as propostas em debate, está exatamente a de um novo modelo de reajuste dos planos de saúde, que considere a real evolução dos custos do setor.

Na programação do evento haverá uma palestra inicial sobre a ‘Estrutura do Mercado de Saúde Suplementar: Regulamentação e Concorrência’. Em seguida, será formado o painel ‘Fundamentos e Efeitos do Controle de Reajustes dos Planos Individuais’, com o respectivo debate. Por fim, irá se constituir o painel ‘Alternativas e propostas para um novo modelo de reajuste’, com espaço também para debate.








17/07/2018 - G1
Busca por crédito tem melhor resultado em 3 anos
 mais...
17/07/2018 - G1
Doença sexualmente transmissível pouco conhecida se alastra
 mais...
17/07/2018 - G1
STF proíbe coparticipação e franquia nos planos de saúde
 mais...
17/07/2018 - Senado
Projeto proíbe venda em escola de bebida que contenha açúcar
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2018 - Clube das Luluzinhas Executivas de Seguros
Tecnologia EBTI