06/12/2017 - CNC     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

O  fundo Société Mondiale, acionista da Oi ligado ao empresário Nelson Tanure,  na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro duas petições contra atuação de fundos abutres no processo de recuperação judicial da operadora.

Em uma delas, o Société afirma que os fundos abutres "vêm abusando do seu direito de credor no âmbito da recuperação judicial", o que prejudica o ambiente de negociação coletiva.

O documento ainda alega que eles "usarão a assembleia de credores como palco para suas pretensões ilícitas", rejeitando o plano apresentado pela Oi com vistas de colocar em votação seu próprio plano.








25/09/2018 - Jornal do Comércio via Sindseg SP
Pesquisa atesta falta de “cultura do seguro” no país
 mais...
25/09/2018 - TEx
Seis filmes para desenvolver novas habilidades
 mais...
25/09/2018 - G1
Valor da produção agropecuária chega a R$ 565,6 bi em 2018
 mais...
25/09/2018 - G1
Fundo PIS-Pasep: 4,5 milhões ainda não sacaram
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2018 - Clube das Luluzinhas Executivas de Seguros
Tecnologia EBTI