06/12/2017 - CNC     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

O  fundo Société Mondiale, acionista da Oi ligado ao empresário Nelson Tanure,  na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro duas petições contra atuação de fundos abutres no processo de recuperação judicial da operadora.

Em uma delas, o Société afirma que os fundos abutres "vêm abusando do seu direito de credor no âmbito da recuperação judicial", o que prejudica o ambiente de negociação coletiva.

O documento ainda alega que eles "usarão a assembleia de credores como palco para suas pretensões ilícitas", rejeitando o plano apresentado pela Oi com vistas de colocar em votação seu próprio plano.








19/06/2018 - G1
Dólar sobe a R$ 3,76 com ameaça de guerra comercial e incertezas eleitorais
 mais...
19/06/2018 - G1
Sem reformas, governo deixa "camisa de força" para próxima gestão
 mais...
19/06/2018 - G1
PIS-Pasep: saques não devem impulsionar o PIB como FGTS inativo
 mais...
19/06/2018 - G1
Recusas ao bafômetro superam flagrantes
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2018 - Clube das Luluzinhas Executivas de Seguros
Tecnologia EBTI