07/12/2018 - CNC     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

Os brasileiros que estão entre os 20% mais ricos do País são os maiores beneficiados pelo desenho atual das regras de aposentadoria e pensão.

A cada R$ 100 gastos pelo governo com Previdência, R$ 40 ficam com essa camada mais privilegiada na distribuição de renda, enquanto os 20% mais pobres recebem apenas R$ 3 desse bolo. As estimativas foram feitas pelo Ministério da Fazenda.

A pasta alerta que a reforma da Previdência é imprescindível para um equilíbrio fiscal de longo prazo, mas também teria impacto significativo na redução da desigualdade no Brasil. "Uma crítica corriqueira aos programas de ajuste fiscal são de que eles afetariam os mais pobres e elevariam a desigualdade social.

Contudo, isso não ocorre. As reformas propostas pelo governo federal preservam os mais pobres e melhoram a distribuição de renda", afirma o relatório.








14/12/2018 - G1
Economia de 55% das cidades é sustentada por governos
 mais...
14/12/2018 - G1
66 municípios concentraram quase metade do PIB
 mais...
14/12/2018 - cqcs
Mercado continua concentrado no Sudeste e Sul
 mais...
14/12/2018 - CQCS
Nova modalidade de seguro é aprovada
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2018 - AMMS - Associação das Mulheres do Mercado de Seguros
Tecnologia EBTI