19/10/2018 - Alexandra Flor da S Nascimento     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

A participação da mulher no mercado de seguros vem crescendo gradativamente e tem papel fundamental no desenvolvimento do setor nos últimos anos, pois este grupo representa mais de 57% do mercado securitário no Brasil de acordo com levantamento realizado e divulgado pela CNseg em 2012 e a cada ano, são divulgados mais estudos sobre a presença da mulher na economia e na sociedade brasileira mostrando nossa força.

Mesmo com o empoderamento feminino ainda hoje vemos pela cultura empresarial muitos cargos de liderança dentro de empresas do setor ocupados por homens, que tem mais chances de desenvolverem sua carreira tornando-se executivos e, em alguns casos, tendo grau de instrução menores e salários maiores, pois as mulheres ainda são vistas com certas “limitações” pois em sua maioria dividem vida pessoal e profissional.

Historicamente, a mulher está no mercado de trabalho há pouco tempo, e tem se dedicado muito para se superar, mostrar desempenho e se destacar, sendo elas profissionais competentes, comprometidas e polivalentes e aos poucos estão ocupando seu devido espaço neste mercado, independente das dificuldades (conciliação da vida familiar com carreira, vencer barreiras de preconceitos, etc.).

As oportunidades de crescimento para as mulheres são cada vez maiores, tanto para desenvolvimento profissional nas seguradoras como em corretoras de seguro e hoje (2018) podemos contemplar esta estimativa positiva em eventos, reuniões e palestras organizadas por empresas do setor, que nos levam a acreditar que em poucos anos teremos uma situação muito diferente da praticada atualmente com mais igualdade de cargos e salários.

A mulher tem uma visão mais cuidadosa sobre as pessoas, conseguindo identificar mais rapidamente a necessidade do cliente, enxergando várias soluções para um mesmo problema e gerando novas oportunidades de criação de produtos/serviços, favorecendo um modelo de gestão integrado com a valorização das relações interpessoais para contribuir efetivamente no resultado de uma empresa e de seus clientes.

Elas buscam segurança e desenvolver uma relação de confiança e, como consumidoras deste mercado, optam por produtos que possam trazer a tranquilidade necessária caso surja alguma eventualidade ou até mesmo para suprir a sua falta financeira , pois além de se preocuparem com si mesmas muitas são chefes de família e precisam se resguardar, buscando soluções práticas e que atendam às suas perspectivas e necessidades, principalmente para dar apoio a sua família em momentos difíceis.

De acordo com diversos estudos realizados nos últimos anos, pode-se considerar que nos mercados emergentes, as proporções de seguros para mulheres são mais significativas. De 2013 para 2030, dos US$ 100 bilhões/ano atuais, o valor vai aumentar de seis a nove vezes para este grupo, mostrando ainda mais nossa importância no segmento.

Acredito que as empresas do mercado de seguros estão começando a vislumbrar o horário flexível e o ver o homework como possibilidades pois já conseguem entender que a maioria das mulheres está procurando ter equilíbrio na vida profissional e pessoal, mas isso ainda levará tempo para ser colocado em prática.

Independentemente de qualquer situação, não devemos abrir mãos de nossos objetivos e saber lidar com as adversidades demonstrando força de vontade, valores, garra e ética será uma maneira de vencer as barreiras e fazer a diferença no mercado profissional.


Alexandra Flor da S Nascimento - Graduada em Marketing e Tecnologia da informação pela Universidade Estácio de Sá (RJ - 2004) e Pós-graduação em Gestão de Negócios (em andamento), além de cursos diversos na área atuante. Corretora de seguros, com foco em pessoas e benefícios, possui carreira desenvolvida há mais de 18 anos nas áreas de Consultoria, gestão de clientes corporativos e projetos de seguros de afinidades, atuando com foco nos resultados e necessidades das empresas. Tem experiência na parte comercial, pós-venda, recrutamento e desenvolvimento de pessoas.





19/11/2018 - G1
Mercado reduz expectativa de inflação
 mais...
19/11/2018 - G1
Dólar opera em alta em sessão de baixa liquidez
 mais...
19/11/2018 - G1
Roberto Castello Branco vai presidir a Petrobras
 mais...
19/11/2018 - G1
Presidente do Conselho da Nissan, Carlos Ghosn é preso no Japão
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2018 - AMMS - Associação das Mulheres do Mercado de Seguros
Tecnologia EBTI